ACESSIBILIDADE MAPA DO SITE ALTO CONTRASTE TAMANHO DA FONTE:
  • A+
  • A
  • A-

POSTADO EM 12 nov 2021 · Ação Social

CATADORES DE RECICLÁVEIS RECEBEM CESTAS BÁSICAS E PARTICIPAM DE AÇÃO SOCIAL E DE SAÚDE DA PREFEITURA

A Prefeitura de Itumbiara, por meio da AMMAI, a Agência Municipal do Meio Ambiente, a FUNSOL, Fundação de Solidariedade, e a Secretaria Municipal de Saúde / Superintendência de Atenção Básica de Saúde, fez uma ação de assistência e promoção social e de saúde com catadores de materiais recicláveis nesta quarta-feira, dia 10 de novembro. A ação foi realizada em parceria com empresas e entidades, entre elas a faculdade Una e a cooperativa Unimed.
Os catadores (que atuam na Estação Reciclar, no aterro controlado na BR-452 ou de forma autônoma nas ruas de Itumbiara) receberam cestas básicas. As cestas foram arrecadadas na realização do 2º EcoPedal, que aconteceu no último domingo, dia 7. Os ciclistas, ao se inscreveram para o pedal, doaram as cestas, resultando na arrecadação de mais de duas toneladas de alimentos.
O presidente da AMMAI, José Augusto de Toledo, e a coordenadora de educação ambiental, Obede Rodrigues Alves, explicaram que, além da entrega das cestas, a Agência propôs uma ação com vários serviços para beneficiarem os catadores e familiares.
O prefeito de Itumbiara, Dione Araújo, participou da ação. Ele disse que o projeto “Lixo Zero” está em elaboração e prevê a participação dos catadores em cooperativas, para que tenham vida digna, com empregos e renda.
A presidente da FUNSOL, Carol Palhares, informou que foram feitas inscrições no CadÚnico, prestados esclarecimentos sobre o combate à violência contra a mulher e passadas informações sobre atividades, como o programa Criança Feliz, para crianças de zero a três anos.
De acordo com a superintendente de Atenção Básica de Saúde, Eliamar Santana, foram feitos testes rápidos e atualização do cartão de vacinação, além de encaminhamento para que façam o Cartão SUS.
A fundadora da Estação Reciclar, Sandra Borges Vieira, e Vildair Donizete, representando 60 catadores do aterro controlado, agradeceram a ação. Para eles, a atividade trouxe dignidade aos trabalhadores, que muitas vezes passam invisíveis aos olhos de uma parte da população.