ACESSIBILIDADE MAPA DO SITE ALTO CONTRASTE TAMANHO DA FONTE:
  • A+
  • A
  • A-

POSTADO EM 01 jul 2021 · Saúde

HCAMP SÃO MARCOS COMPLETA UM ANO NO COMBATE À COVID-10, COM MAIS DE 1.500 VIDAS SALVAS

O HCamp São Marcos, de Itumbiara, completou nesta quinta-feira, dia 1º de julho, um ano de funcionamento. O hospital de campanha foi montado para atender exclusivamente pacientes com Covid-19, da cidade e das outras regiões de Goiás. A unidade foi instalada no Hospital São Marcos, que estava desativado e foi repassado ao Governo Estadual, que repassou a administração à OS (organização social) INTS (Instituto Nacional de Tecnologia e Saúde).

Em um ano, foram 1.575 vidas salvas, dos pacientes que receberam alta. Neste um ano, teve um crescimento no número de leitos. Em 1º de julho de 2020, três meses e meio depois do início da pandemia do coronavírus, eram 10 leitos de UTI e 36 de enfermaria. Atualmente, são 50 leitos de UTI e
70 de enfermaria. Um aumento de 400% na UTI e de 95% na enfermaria.

O aniversário de um ano do HCamp São Marcos está sendo comemorado com uma programação nesta quinta e na sexta. Hoje, a atividade de manhã teve a participação do prefeito de Itumbiara, Dione Araújo, o secretário municipal de Saúde, Guilherme Davi, o vereador e médico Dr. José Orestes, o juiz de Direito Sílvio Jacinto, o promotor de Justiça Clayton Korb, o diretor geral do hospital, Ricardo Bricídio, o diretor técnico, Plínio Torres Braga Netto, e profissionais que trabalham na unidade, como médicos, enfermeiros e técnicos de Enfermagem. Ao todo são 531 funcionários, sendo 189 da INTS e 342 de empresas terceirizadas.

O prefeito de Itumbiara, Dione Araújo, agradeceu o empenho do governador de Goiás, Ronaldo Caiado, e o secretário estadual de Saúde, Ismael Alexandrino, na implantação e depois ampliação do HCamp. Dione também agradeceu o juiz Sílvio Jacinto, pela decisão judicial de repassar o São Marcos ao Governo de Goiás, e o promotor Clayton Korb, pela participação nesse processo. Como agradecimento, o prefeito entregou placas ao juiz e ao promotor. O prefeito explicou que quando a pandemia passar, o São Marcos irá se transformar em Hospital Regional, um compromisso feito com o governador Ronaldo Caiado. Nesta nova fase, terão atendimentos de média e alta complexidade, incluindo tratamento de pacientes com câncer.

O médico Dr. José Orestes, hoje vereador, contou que nasceu no São Marcos em 30 de julho de 1971, há quase 50 anos, e ficou emocionado com a atuação do HCamp neste período de pandemia.

Os diretores do HCamp, Ricardo Bricídio e Plínio Torres Braga Netto, e a enfermeira Valéria Lourenço destacaram a atuação de toda a equipe, em momentos difíceis, de mortes, mas a emoção quando os pacientes recebem alta, recuperados.

REPORTAGEM: DIONI RIBEIRO / DECOM
FOTOS: ROBSON HENRIQUE / DECOM