ACESSIBILIDADE MAPA DO SITE ALTO CONTRASTE TAMANHO DA FONTE:
  • A+
  • A
  • A-

POSTADO EM 26 jan 2021 · Ação Urbana

ESCOLAS MUNICIPAIS DE ITUMBIARA FAZEM MATRÍCULAS PARA EJA

Quem não teve a oportunidade de estudar ou precisou parar com os estudos, agora tem uma nova oportunidade de retomar às aulas.
Duas escolas municipais de Itumbiara, Floriano de Carvalho e Professor Alaor Dias Machado, estão com as matrículas abertas para a EJA, Educação de Jovens e Adultos. É para o ensino fundamental, da primeira fase, da alfabetização ao quarto ano, e da segunda fase, do quinto ao nono ano.
O interessado deve ter idade mínima de 15 anos e apresentar documentos pessoais (como carteira de identidade e CPF), comprovante de endereço e histórico escolar. A matrícula é feita na secretaria de cada escola. Na Escola Municipal Floriano de Carvalho, no centro da cidade, o atendimento é das 7 às 11 horas e das 13 às 17 horas. O diretor é o professor Geison Florentino da Silva. Já na Escola Municipal Professor Alaor Dias Machado, no Bairro Norma Gibaldi, é das 7 às 11 horas, e um horário estendido até a noite, das 13 às 20 horas. A diretora é a professora Josiane Borges Arantes.
As aulas começam na próxima segunda-feira, em um horário diferenciado para atender as pessoas que trabalham durante o dia. E serão nos laboratórios de Informática das escolas, com as normas de distanciamento social por causa da pandemia do coronavírus. Os dois diretores explicam que a maioria das pessoas matriculadas na EJA tem dificuldades de acesso à Internet ou ainda não sabem usar computadores.
Durante o evento “Ação Urbana e endemias em saúde”, a secretária de Educação de Itumbiara, Silvana Fernandes Matos Macedo, anunciou que os funcionários da Secretaria de Ação Urbana estarão em turmas da EJA. É uma parceria entre as duas secretarias para os servidores que trabalham em serviços de limpeza pública serem alfabetizados ou voltarem a estudar. O secretário de Ação Urbana, Tom de Oliveira, disse que uma das metas, na atual gestão, é investir na educação e na qualificação dos funcionários públicos municipais.
REPORTAGEM: DIONI RIBEIRO / DECOM