ACESSIBILIDADE MAPA DO SITE ALTO CONTRASTE TAMANHO DA FONTE:
  • A+
  • A
  • A-

POSTADO EM 20 jan 2022 · Vacinação

ITUMBIARA COMPLETA UM ANO DE VACINAÇÃO CONTRA COVID-19, COM MAIS DE 180 MIL DOSES APLICADAS

A vacinação contra a Covid-19 em Itumbiara está completando um ano. No dia 20 de janeiro de 2021, a técnica em Enfermagem Cláudia Regina Costa foi a primeira moradora da cidade a ser vacinada para se proteger do coronavírus. Cláudia, hoje com 51 anos de idade e 19 de profissão, lembra o 20 de janeiro de um ano atrás como “um momento histórico” depois de uma experiência dolorosa.
Um pouco antes do início da vacinação, a mãe de Cláudia, Dona Antônia, morreu, aos 89 anos, vítima da Covid-19. “Ficava pensando se, naquela época, já tivesse a vacina, a minha mãe estaria ainda com a gente!”, conta. “Mas feliz por termos começado a vacinação, mesmo sem a minha mãe aqui”, diz Cláudia, que trabalha no Cais e o Hospital Estadual (que atuou como hospital de campanha até o fim do ano passado).
Em um ano de vacinação, Itumbiara atingiu a marca de 180 mil doses aplicadas, 181.408 até esta quarta-feira, dia 19 de janeiro de 2022. Deste total, são 84.985 da primeira dose, 74.570 da segunda dose e 21.483 da dose de reforço (terceira dose). A aplicação da primeira dose para crianças entre cinco e 11 anos começou nesta semana.
O prefeito de Itumbiara, Dione Araújo, o secretário municipal de Saúde, Guilherme Davi, e a superintendente de Vigilância em Saúde, Elinamar Arantes, avaliam como positivo o saldo da vacinação contra a Covid-19 na cidade, ao longo de um ano. “Conseguimos atender, por ordem decrescente de idade, idosos, adultos, jovens e agora as crianças”, frisam.
Dione, Guilherme e Elinamar fazem um apelo às pessoas que ainda não se vacinaram, nem com a primeira dose, para serem imunizadas. “A vacina traz proteção contra a doença”, destacam. Cláudia Regina, a primeira vacinada contra Covid-19 em Itumbiara, concorda inteiramente: “a pandemia do coronavírus ainda não acabou e, por isso, a vacinação é tão necessária, junto com os demais cuidados para evitar o contágio, como evitar aglomerações e usar máscara e álcool em gel”.
REPORTAGEM: DIONI RIBEIRO / DECOM
FOTOS: ROBSON HENRIQUE / DECOM