ACESSIBILIDADE MAPA DO SITE ALTO CONTRASTE TAMANHO DA FONTE:
  • A+
  • A
  • A-

POSTADO EM 05 mai 2021 · Vacinação

COVID-19 EM ITUMBIARA: VACINAÇÃO NESTA QUARTA É DE PRIMEIRA DOSE PARA ALGUNS GRUPOS

 

A vacinação contra a Covid-19 em Itumbiara nesta quarta-feira, dia 5 de maio, será de primeira dose, da vacina AstraZeneca, para alguns grupos específicos. A imunização irá até as 16 horas.

DEFICIÊNCIAS
O atendimento no espaço Capim de Ouro, na Avenida Beira Rio, será em drive-thru, dentro dos carros, e também a pedestres para pessoas com deficiências, entre 55 a 59 anos, cadastradas no programa de Benefício de Prestação Continuada – Lei Orgânica da Assistência Social (BPC-LOAS).

A pessoa deve apresentar documento pessoal de identificação com foto (como carteira de identidade ou CNH), CPF, Cartão SUS, cartão de vacinação, comprovante de endereço e o cartão do BPC-LOAS.

SÍNDROME DE DOWN,
PACIENTE RENAL CRÔNICO E GESTANTE
O outro ponto de vacinação é no Colégio Estadual Dom Veloso, com entrada pela portaria da Rua João Rodrigues Jota (antiga Rua 10), no Bairro Santos Dumont. Lá estão sendo vacinadas pessoas com Síndrome de Down (com 18 anos ou mais), pacientes renais crônicos em diálise e gestantes (a partir de 28 semanas de gestação).

Todos devem apresentar documento pessoal de identificação com foto (como carteira de identidade ou CNH), CPF, Cartão SUS, cartão de vacinação e comprovante de endereço. O paciente renal crônico deve levar também o cartão de sessões. Já a grávida deve estar com o cartão da gestante.

SATISFAÇÃO COM A PREVENÇÃO
A comerciante Leide Dianna dos Santos Nogueira, de 33 anos, espera feliz a chegada do primeiro filho, o Gabriel Henrique. Ela, que está com 29 semanas de gestação, foi vacinada contra Covid-19 nesta quarta. Leide Dianna diz que ficou “satisfeita” ao receber a primeira dose. “É uma prevenção para ter uma boa gravidez, sem complicações”, completa.

TELEFONE
As pessoas que tiverem dúvidas ou quiserem fazer observações ou reclamações relacionadas à vacinação contra a Covid-19 podem enviar para o número de WhasApp (64) 99245-7555.

REPORTAGEM: DIONI RIBEIRO / DECOM