ACESSIBILIDADE MAPA DO SITE ALTO CONTRASTE TAMANHO DA FONTE:
  • A+
  • A
  • A-

POSTADO EM 09 mar 2021 · Vacinação

COVID-19 EM ITUMBIARA: IDOSOS COM MAIS DE 80 ANOS RECEBEM SEGUNDA DOSE DA VACINA CORONAVAC NESTA TERÇA Vacinação irá até 16 horas

A Dona Eliza Maria de Oliveira, de 80 anos, e a Dona Maria Zaita dos Santos, de 85 anos, são vizinhas em Itumbiara. Nesta terça-feira, dia 9, as duas foram receber a segunda dose da vacina Coronavac (Butantan), contra a Covid-19, dentro do carro, no drive-thru na Avenida Beira Rio. Elas estavam acompanhadas do filho da Dona Eliza, o Ari.
Dona Eliza disse que ter tomado as duas doses da vacina trouxe “esperança” para ela e toda a família dela. “Esperança de ficar bem”, completou. Já a Dona Maria Zaita falou que agora se sente “protegida” contra o coronavírus, mas lembrou que continua com todos os cuidados para evitar o contágio, como o uso de máscara.
As duas vizinhas fazem parte do grupo de 980 idosos com 80 anos ou mais que devem tomar a segunda dose hoje, até as 16 horas. No Nabs, que fica na Rua Wilson Barbosa, 325, no Bairro Jardim América, e no drive-thru da Avenida Beira Rio. O drive-thru, em que a pessoa é vacinada dentro do carro, é para quem tem dificuldades de locomoção.
SOMENTE HOJE
Segundo a superintendente de Vigilância em Saúde, Elinamar Arantes, uma das responsáveis pela imunização, a vacinação desta segunda dose será feita somente hoje. As pessoas que se vacinaram do dia 10 de fevereiro em diante devem receber a segunda dose nesta terça.
OS ACAMADOS
Também serão vacinadas, com a segunda dose, 200 pessoas acamadas. Elas receberão a vacina em casa, em visitas domiciliares feitas pelas equipes volantes da SMS. As visitas serão feitas a partir de amanhã.
Somados os que devem se vacinar hoje (no Nabs e na Avenida Beira Rio) mais os acamados, são 1.180 idosos que devem receber essa segunda dose da Coronavac.
OS DOCUMENTOS
Para receber a segunda dose, é necessário apresentar documento de identificação com foto (como carteira de identidade), CPF, Cartão SUS, cartão de vacinação (onde está anotada a primeira dose) e comprovante de endereço.
REPORTAGEM: DIONI RIBEIRO / DECOM
FOTOS: ROBSON HENRIQUE / DECOM